Team Foundation Server como ALM – Work Items – Parte 2

30 abr

Fala Galera,

Dando continuidade sobre a serie de post sobre o Team Foundation Server como Application Lifecycle management (ALM).

Hoje irei falar sobre o controle de tarefas e fluxo de estado de uma tarefa. Esse controle de tarefas e seu fluxo de estado dentro do TFS é chamado de Work Item. Toda a tarefa é um Work Item, ou seja, um Bug é um Work Item, um item no Backlog de uma Sprint é um Work Item e assim por diante.

Work Item, o que é isso ?

Work Item (item de trabalho) pode ser uma tarefa individual dentro de um projeto ou dentro de uma etapa do projeto

Os exemplos de Works Items podem ser um Bug que necessita de uma correção, um cenário de teste, a codificação de uma funcionalidade do projeto entre outros.

Todos os exemplos acima são work item do Team Foundation e com essa forma conseguimos organizar as tarefas da equipe e distribui-las de forma racional.

Os tipos de Work Item podem variar dependendo da metodologia de desenvolvimento que você estiver usando. Para o SCRUM existem os Work Items abaixo:

  • Epic
  • Feature
  • Product BackLog Item
  • Task
  • Bug
  • Impediment
  • Test Case

Os Work Item são totalmente controlados pelo Team Foundation e com isso conseguimos tirar diversos relatórios de métricas de projeto tendo como base os Works Items da equipe. Com isso temos o total controle de quem está fazendo determinada tarefa, quantos tempo levou essa tarefa, quais forais os problemas e quantas iterações tivemos.

As características de um Work Item estão listadas abaixo:

  • Estado do work item (aberto, resolvido e etc ).
  • Histórico do work item.
  • Links para outros work itens.
  • Regras de negócio da tarefa.

Como podemos ver, o Work Item é a maneira mais organizada de distribuição de tarefas para equipe.

Abs e até o próximo,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *